22°
Máx
16°
Min

Melhorias do Hospital Municipal foram aprovadas em Plenária

Foto: Hospital Municipal  - Melhorias do Hospital Municipal foram aprovadas  em Plenária
Foto: Hospital Municipal

A Fundação Municipal de Saúde convida a todos para o registro de Suspensão do Ato Indicativo de Interdição Ética do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, decidida por unanimidade em plenária do Conselho Regional de Medicina (CRM-PR) no último dia 18 em Curitiba.

Na ocasião, a presidente da Comissão Administrativa, Patrícia Foster Ruiz, e o diretor técnico do hospital, Alan Gurgel, irão explicar quais as questões anotadas no relatório do Departamento do Exercício Profissional (Defep) que motivaram a interdição, e a resolução das mesmas no prazo estipulado de 90 dias.

Na lista de problemas constava a falta de equipamentos para cirurgias, como o tomógrafo que estava quebrado e o intensificador de imagem conhecido como Arco em C, que também estava com o funcionamento comprometido. A visita e constatação das melhorias aconteceram no dia 11 de abril.

“Pudemos observar que a nova gestão do hospital conseguiu realizar praticamente todas as melhorias necessárias para que a população tenha condições mínimas de atendimento na unidade. O assunto foi apresentado primeiro na reunião de diretoria e, com sua aprovação, levada à Plenária, com ratificação unânime pelos conselheiros, os quais entenderam o comprometimento da administração, via Fundação Municipal de Saúde, em buscar as melhorias necessárias para a prestação de serviços em condições adequadas na unidade hospitalar”, disse o presidente do CRM-PR, Luiz Ernesto Pujol.

A retirada do Ato Indicativo de Interdição Ética está marcada para às 9h00 dessa quinta-feira, 28, na recepção do Hospital Municipal.

Colaboração: Assessoria de imprensa