28°
Máx
17°
Min

Menino com deficiência acusa o próprio pai de agressão

(Foto: Divulgação / PM) - Menino com deficiência acusa o próprio pai de agressão
(Foto: Divulgação / PM)

Uma criança de apenas seis anos de idade, portadora de deficiência intelectual, acusou o próprio pai de agredi-lo fisicamente em General Carneiro (179 quilômetros de Pato Branco). O menino mostrou os hematomas para a professora e para a diretora da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), que levaram o caso para a polícia. O homem foi preso, mas negou o crime.

De acordo com a polícia, a criança chegou na escola e, como não consegue falar, gesticulou para a professora que estava machucada. Ela levou o menino até uma sala e viu que o menino estava com hematomas por todo o corpo. Ainda por meio de gestos, ele revelou que o autor das agressões era o pai dele.

O caso foi denunciado ao Conselho Tutelar e à Polícia Militar, que foi até a casa da família. O pai do garoto foi encontrado e negou qualquer tipo de agressão. Mesmo assim, ele foi encaminhado para a delegacia para prestar depoimento. De acordo com a PM, o pai já tem denúncias de agressão feitas pelo Conselho Tutelar. O caso será investigado. A identidade do suspeito e o bairro onde a família mora não serão revelados para não expor a vítima.