22°
Máx
14°
Min

Metade do efetivo de bombeiros de Londrina está no aeroporto

(foto: Bombeiros/Divulgação) - Metade do efetivo de bombeiros de Londrina está no aeroporto
(foto: Bombeiros/Divulgação)

Preocupado com a falta de efetivo no Corpo de Bombeiros de Londrina, o vereador Vilson Bittencourt (PSB) vai apresentar para aprovação do Plenário, na sessão ordinária desta quinta-feira, requerimento propondo a formação de uma Comissão Especial para levantar informações sobre contrato de convênio firmado entre a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e o Corpo de Bombeiros do Paraná. O contrato, assinado em 2014, visa garantir que profissionais do 3º Grupamento prestem atendimento no Aeroporto José Richa nas áreas de prevenção, salvamento e combate a incêndios.

De acordo com informações já levantadas pelo vereador, Londrina conta com 48 bombeiros. Destes, 24 estão designados para atuar no aeroporto. “Em função deste contrato, o efetivo de bombeiros para atender o restante da cidade tornou-se insuficiente. Há quatro bases da corporação sendo subutilizadas e atualmente vigiadas por guardas municipais para evitar depredações. Sem falar que, se faltar um bombeiro no aeroporto, outro profissional tem que ser remanejado para lá, sob o risco de baixar o nível de segurança do terminal e as aeronaves serem impedidas de realizarem pousos e decolagens”, explica Bittencourt.

O vereador informa que o objetivo da Comissão Especial (CE) será levantar mais informações sobre o contrato de convênio, visitar outros aeroportos onde parte do atendimento é feito por bombeiros civis, checar se a população de Londrina está sendo prejudicada e estudar, juridicamente, a possibilidade de anular o contrato entre Infraero e Corpo de Bombeiros do Paraná, com vencimento em 2019. A proposta para criação da Comissão Especial será discutida por meio do requerimento nº 282/2016.

De acordo com o artigo 75 do Regimento Interno da Câmara, as comissões especiais são constituídas por deliberação do Plenário e aprovadas pela maioria absoluta dos vereadores (10). O vereador sugere ainda que a Comissão Especial seja composta por três membros que terão prazo de 90 dias para concluir os trabalhos.

(com assessoria de imprensa da Câmara de Vereadores de Londrina)