24°
Máx
17°
Min

Militares do Seripa chegam ao local do acidente; não há prazo para apontar causas

Militares do Quinto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA V), órgão subordinado ao CENIPA, chegaram no início da tarde desta segunda-feira (1º) a Londrina para investigar o acidente que matou oito pessoas na noite de domingo (31) na divisa com Cambé.

A investigação do acidente começará com a coleta de evidências no local da queda. Os investigadores fotografam cenas, retiram partes da aeronave para análise, ouvem relatos de testemunhas e reúnem documentos.

"Não é possível prever um prazo para o término das investigações, o que varia de acordo com a complexidade do acidente. A investigação tem o objetivo de prevenir que acidentes com as mesmas características ocorram", afirma o Seripa em nota.

A aeronave, registrada em nome da Federação Nacional dos Trabalhadores Celetistas em Cooperativas no Brasil havia passado por uma reforma e voava pela segunda vez após as mudanças feitas nos motores e em outras partes.