22°
Máx
16°
Min

Ministério Público discute judicialização da saúde no noroeste

(Fotos: SMS/Fotos Públicas) - Ministério Público discute judicialização da saúde no noroeste
(Fotos: SMS/Fotos Públicas)

Para discutir as ações judiciais referentes à saúde no interior do Paraná, o Ministério Público Estadual realiza nesta sexta-feira (15), em Maringá, e no sábado (16), em Umuarama, uma reunião com representantes da Justiça Federal, Justiça Estadual, Ministério Público Federal, Ordem dos Advogados do Brasil, Secretaria de Estado da Saúde, Defensoria Pública (do Estado e da União), Procuradoria do Estado do Paraná, Advocacia-Geral da União e representantes de planos de saúde.

O Ministério Público quer levantar as demandas específicas das demandas de cada região do estado, como informou o procurador Marco Antônio Teixeira. “Nossa intenção é discutir com a comunidade jurídica nas comarcas do interior do Estado, buscando criar consensos regionais que auxiliem na resolução positiva das demandas da saúde, evitando, ao máximo, a judicialização e preservando os direitos dos usuários do sistema de saúde”, comentou.

Além de promotores de Justiça de Maringá e Umuarama, participam das reuniões regionais membros das comarcas de Astorga, Cianorte, Mandaguaçu, Mandaguari, Marialva, Nova Esperança, Sarandi, Alto Piquiri, Altônia, Cidade Gaúcha, Cruzeiro do Oeste, Goioerê, Icaraíma, Iporã, Pérola e Xambrê. 

Colaboração MP-PR