28°
Máx
17°
Min

Ministro do STF recebe honraria máxima da UEPG

UEPG concede primeiro título de Doutor Honoris Causa ao ministro Luiz Edson Fachin (Foto: Divulgação) - Ministro do STF recebe honraria máxima da UEPG
UEPG concede primeiro título de Doutor Honoris Causa ao ministro Luiz Edson Fachin (Foto: Divulgação)

“Guardarei essa emoção no coração, como guardo a memória de meus pais, que lá estão para honrar minhas origens e meu compromisso com a democracia e com a constituição”. Dessa a forma o ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Edson Fachin, expressou sua gratidão pelo título de Doutor Honoris Causa da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), concedido em sessão solene do Conselho Universitário, nesta segunda-feira (15), no Cine Teatro Pax-UEPG. O ato precedeu a abertura do VII Simpósio Jurídico dos Campos Gerais, promovido pelo Setor de Ciências Jurídicas (Secijur) da UEPG, Centro Acadêmico Carvalhos Santos (CACS) e Universidade do Norte do Paraná (Unopar/Ponta Grossa).

A outorga da medalha de Doutor Honoris Causa a Luiz Edson Fachin, proposta pelo colegiado do Secijur foi aprovada pelo Conselho Universitário e referendada pela Resolução Universitária nº 28, de 7 de julho de 2016. Concedida pela primeira vez na história de 46 anos da UEPG, a honraria tem o intuito de distinguir o homenageado pelo vulto da obra por ele realizada, enriquecendo a vida cultural e social, pelo seu saber e, no caso, em especial, pela sua atuação em prol da Ciência Jurídica. “É a forma do Setor de Ciências Jurídicas exprimir o reconhecimento público pelo contributo prestado à comunidade jurídica pelo professor Luiz Edson Fachin, trabalho que acabou por conduzi-lo ao STF, justificou o diretor de Secijur, professor Vicente Paulo Hajaki Ribas, na proposição do título do Conselho Universitário.

UEPG concede primeiro título de Doutor Honoris Causa ao ministro Luiz Edson Fachin (Foto: Divulgação)UEPG concede primeiro título de Doutor Honoris Causa ao ministro Luiz Edson Fachin (Foto: Divulgação)

Após receber a medalha e o diploma de Doutor Honoris Causa das mãos do reitor Carlos Luciano Sant’Ana Vargas, da vice-reitora Gisele Alves de Sá Quimelli e do secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes, o homenageado manifestou profunda gratidão pela honraria que lhe foi deferida. Lembrou de George Washington, que no seu discurso de posse na presidência dos Estados Unidos foi sucinto, usando apenas 133 palavras. Num contraponto, disse que nem mesmo todo o Aurélio seria suficiente para manifestar a sua gratidão. Citou de suas origens humildes na região oeste do Paraná; recordou o pai, pequeno agricultor, e a mãe, professora primária, que lhe ensinaram o sentido de família; e os seus mestres. “Devo a todos o pavimento que recobriu as estradas pelas quais andei”.

Destacando a outorga da medalha de Doutor Honoris Causa ao ministro Luiz Edson Fachin como uma justa homenagem, o secretário João Carlos Gomes, frisou que, ao ser indicado para uma cadeira no STF, o homenageado preencheu os predicados previstos na Constituição Federal, entre eles o notável saber jurídico e reputação ilibada. Ressaltou ainda que, quando da indicação do seu nome teve, sem qualquer dúvida, a maior manifestação de apoio em todos os tempos na história do Paraná, por pare do governo do Estado, da Assembleia Legislativa, do Poder Judiciário, de entidades e associações de classe, de partidos políticos e de universidades. “Todos entenderam ser um representante que honra a sociedade paranaense, pela sua dignidade, competência e valores éticos e morais”.

Na sua manifestação, o reitor Carlos Luciano Sant’Ana Vargas também ressaltou o mérito da homenagem ao ministro Luiz Edson Fachin, como um justo reconhecimento dos seus colegas do Setor de Ciências Jurídicas da UEPG. Observou que esse ato entra para a história da instituição, como a primeira sessão solene do Conselho Universitário para a outorga da medalha de Doutor Honoris Causa, título reservado a personalidades que se tenham distinguido, seja pelo saber, seja pela atuação em prol das Artes, das Ciências, da Filosofia, das Letras ou do melhor entendimento entre os povos. “O Setor de Ciências Jurídicas está de parabéns pelo mérito dessa homenagem”, disse o reitor, observando que o ministro Luiz Edson Fachin é um exemplo a ser seguido, pela sua contribuição à Ciência do Direito e pela sua postura ética e humana.

Colaboração Assessoria de Imprensa.