22°
Máx
17°
Min

Moradores criam grupo no WhatsApp para prevenir crimes

Cansados de tantos assaltos na região, os moradores do Parque dos Pinheiros, em Ponta Grossa, resolveram usar a tecnologia como aliada na luta contra a criminalidade. Foi por meio de um grupo de WhatsApp que eles conseguiram garantir mais segurança para a comunidade e perceberam até mesmo a redução no número de assaltos.

Em menos de um mês, os moradores viram cerca de 30 casos de roubos a pedestres e estabelecimentos comerciais. Assustado com a violência, o vigilante Gilmar Ferreira teve uma ideia: como todos os vizinhos já se conheciam, eles decidiram usar a tecnologia como uma arma contra a criminalidade. Foi aí que surgiu o grupo no WhatsApp ‘Vizinhos em Alerta’.

O grupo foi criado há três meses e já conta com mais de 90 membros. São pessoas da região e até policiais militares que ajudam no monitoramento da comunidade. Gilmar conta que teve a ideia de um antigo emprego. “Trabalhei em outro bairro e trouxe essa ideia de lá e está funcionando, a gente já conseguiu reduzir em 30% a criminalidade na região, em arrombamentos de casa, assaltos”, comenta.

Pelo aplicativo, os vizinhos conversam diariamente e, quando notam algo de diferente, como pessoas estranhas, barulho ou gritos, postam no grupo para alertar os vizinhos. Foi assim que diversos assaltos foram evitados e os moradores agora se sentem mais seguros, como é o caso do comerciante Ismael Azevedo. “A gente começou a conhecer melhor os vizinhos e ficou mais unido, fica mais fácil de intimidar, porque a gente manda no grupo as fotos dos bandidos e já se avisa quando percebe algo estranho”, comenta.

Colaboração Carla Yarin, da Rede Massa.