22°
Máx
14°
Min

Moradores reclamam de falsas promessas da prefeitura para resolver problema em terreno abandonado

(Foto: Colaboração) - Moradores reclamam de terreno abandonado pela prefeitura
(Foto: Colaboração)

Um terreno da prefeitura de Curitiba está preocupando moradores da Vila Nova, no bairro Alto Boqueirão, em Curitiba. De acordo com eles, o local está abandonado, com muito lixo e vários focos da dengue. Isso sem falar nos ratos... “Tem muito rato por aqui. Um rapaz, inclusive, morreu por leptospirose uns meses atrás”, relatou um morador, que preferiu não se identificar.

Segundo ele, o problema começou quando a Companhia de Habitação - órgão ligado à Prefeitura de Curitiba – retirou algumas casas do terreno. “Depois disso, largaram aqui e os problemas começaram. Falam toda hora que vão limpar, que vão resolver, mas só limpam a beirada e vão embora.”

De acordo com outra moradora, que também não quis se identificar, a solução foi não esperar a prefeitura resolver o problema. “Fizemos um mutirão esses dias e limpamos o terreno”, afirmou. “A gente começou a cuidar do local, para não deixar que o lixo se acumulasse tanto”, destacou o outro morador.

Ele contou que os ratos e os focos de dengue são o principal problema. “Eu tenho medo não só por mim, mas pelos meus filhos, que são pequenos, e pela minha esposa. Esse rapaz morreu por causa da leptospirose e tivemos casos de dengue por aqui. Eu até comprei veneno, para ver se adianta alguma coisa”, contou.

Já a outra moradora contou que a falta de ação da prefeitura está causando esses problemas. “A gente queria construir no terreno, tornar ele útil. Mas quando a gente tenta, a prefeitura já aparece com a Guarda Municipal, para impedir. Aí prometem que vão tomar providência, que vão construir, mas não fazem nada”, contou.

Ela contou que a prefeitura realizou uma reunião com eles alguns meses atrás, para conversar sobre o problema. “Falaram que não tem verba para intervir. Poxa, então deixa o pessoal construir, porque daí cada um vai cuidar do seu canto e vai solucionar o problema. Mas eles não permitem”, afirmou.

O outro morador explicou que as limpezas realizadas pela prefeitura não têm muita efetividade. “Eles tiram da ponta e jogam no meio. Não estão recolhendo o lixo, só estão retirando da beirada, o que não adianta de nada. Tem que limpar e construir alguma coisa. Pode ser uma cancha, casas, algo assim.”

Em nota, a Prefeitura de Curitiba informou que foi realizada no dia 23 de março deste ano, uma limpeza no terreno. “Foram retirados 12 caminhões de lixo e entulhos do local.” No entanto, o problema, segundo a prefeitura, é que alguns moradores continuam despejando lixo no terreno.

Segundo a administração municipal, técnicos da Prefeitura e da Vigilância Sanitária farão uma vistoria no terrenos na segunda-feira (8). “A Vigilância Sanitária deve averiguar, durante a vistoria, se há algum foco da dengue no terreno. A próxima limpeza, após o resultado da vistoria, deve ser realizada na segunda quinzena de agosto.”

A Prefeitura ainda solicitou apoio dos moradores no enfrentamento ao mosquito da dengue, evitando deixar água acumulada, e que irregularidades no descarte de lixo em áreas públicas sejam denunciadas pelo 156, que também atende agendamento para retirada de Resíduos vegetais, produtos inservíveis de madeira e entulhos. No entanto, não informou se há algum tipo de planejamento para a utilização do terreno público.

As promessas da prefeitura, porém, não convencem mais os moradores. “Ele sempre falam que vão limpar, mas nunca limpam de verdade, só tiram das beiradas”, afirmou um dos moradores. “A prefeitura não faz nada pela gente. Prometem que vão limpar, prometem que vão construir, mas é tudo mentira, porque nunca fizeram”, destacou a outra moradora da região.