26°
Máx
19°
Min

Morre no hospital terceira vítima de explosão na Pinduca em Cianorte

(Foto: Divulgação) - Morre no hospital terceira vítima de explosão na Pinduca
(Foto: Divulgação)

Morreu, na quarta-feira (18), a terceira vítima da explosão de uma secadora de amido na indústria Pinduca, em Cianorte. César de Souza Silva, 27 anos, faleceu no Hospital Governador Otávio Lage de Siqueira, em Goiânia (GO), para onde havia sido transferido por conta da gravidade dos ferimentos.

No dia do acidente de trabalho, em 4 de maio, Silva teve quase 80% do corpo queimado. Inicialmente, ele recebeu socorro na Santa Casa de Cianorte e depois foi encaminhado para Goiânia.

A morte dele se deu por complicações no quadro clínico. O corpo será sepultado nesta quinta-feira (19), às 16h30, no Cemitério Municipal de Cianorte.

Outro trabalhador, Elias Mendes Silva, 34, segue internado no mesmo hospital. E outros três funcionários que ficaram feridos estão em hospitais de Londrina e Curitiba.

Com a morte de Silva, sobe para três o número de óbitos motivados pela explosão. Ricardo da Silva, 35 anos, morreu na hora do acidente, e Vanderlício Alexandrina, 53, veio a óbito no dia seguinte do acidente, na Santa Casa de Cianorte.

Explosão

O acidente na empresa Pinduca aconteceu no dia 4 de maio quando uma secadora de amido explodiu por volta das 15h30. O acidente danificou parte da estrutura da empresa, causou a morte de um funcionário no local e deixou outros oito feridos.

Duas ambulâncias do Corpo de Bombeiros, duas do Samu e duas da prefeitura foram enviadas ao local para atender as vítimas, além de dois caminhões com água do Corpo de Bombeiros.