22°
Máx
17°
Min

Mortos em tiroteio estariam envolvidos em execução de PM

(Foto: Divulgação / Repórter Sassá) - Mortos em tiroteio estariam envolvidos em execução de PM
(Foto: Divulgação / Repórter Sassá)

Os dois suspeitos que foram mortos em confronto com a Polícia Militar no fim da manhã desta quinta-feira (17) estariam envolvidos na morte do cabo da PM José Osni Pigatto e de sua namorada, Luci de Fátima Bulek, ocorrida na noite da última terça-feira (15). A informação foi confirmada pelo comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar (1º BPM), major Edmauro Assunção, em entrevista à Rede Massa.

Os mortos foram identificados como Mateus de Jesus Gomes e Edilson Roberto Chauchuty, ambos de 18 anos. A primeira informação, de que eles teriam assaltado a casa de um PM durante a manhã, foi desmentida pelo major. Ele confirmou que denúncias anônimas levaram as equipe até uma casa no núcleo Pimentel, próximo ao cemitério Vicentino, onde funcionava uma quadrilha que vinha agindo na região.

Quando os policiais chegaram no local, foram recebidos a tiros pelos suspeitos e, no confronto, os dois foram mortos. Um terceiro suspeito foi preso pelos policiais.

Ainda segundo o major, o grupo também é suspeito de sequestrar, espancar e esfaquear um taxista na noite de 9 de março. A vítima foi socorrida com risco de morrer e os criminosos fugiram com o carro da vítima.

Colaboração Carla Yarin, da Rede Massa.