24°
Máx
17°
Min

Motoristas e cobradores da Auto Viação São José fazem protesto

Motoristas e cobradores realizaram um protesto na manhã desta quinta-feira (3) na frente da Auto Viação São José, em São José dos Pinhais. Segundo o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc), a empresa vem demitindo uma grande quantidade de profissionais desde dezembro do ano passado. A entidade estima que foram cerca de 60 desligamentos desde então.

A manifestação atrasou a saída dos ônibus da garagem, o que impactou no atendimento da população. Houve o atraso de 40 minutos, segundo o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano e Metropolitano de Passageiros de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp).

O presidente do Sindimoc, Anderson Teixeira, explica que, além das demissões, a empresa não está pagando os valores das rescisões de contrato de trabalho. A alegação da Auto Viação São José, de acordo com ele, é não ter dinheiro para cumprir com estas obrigações.

Por isto, motoristas e cobradores estiveram hoje na frente da empresa para realizar uma assembleia para definir as medidas que são tomadas para garantir os direitos dos trabalhadores. “Já entramos com uma ação coletiva, mas motoristas e cobradores demitidos também vão entrar com ações individuais”, explica Teixeira.

O Setransp, por meio de nota, informou que a empresa nega demissões em massa. Segundo o sindicato, a Auto Viação São José promoveu alguns ajustes no seu quadro de pessoal por causa da redução de linhas e da quantidade de viagens, reflexo de uma queda de mais de 10% no número de passageiros. A redução foi autorizada pelos órgãos gestores a fim de não onerar a tarifa para os usuários.

De acordo com o Setransp, a empresa está buscando a recolocação de alguns colaboradores em outras funções e em sua filial. O sindicato afirma que o desligamento só ocorre em último caso. “Devido a problemas de fluxo de caixa nos últimos meses, a São José está com dificuldades para honrar todas as suas obrigações, mas espera resolver suas pendências o quanto antes”, traz a nota.