20°
Máx
14°
Min

Motoristas planejam bloquear saída para Iguaraçu

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil) - Motoristas planejam bloquear saída para Iguaraçu
(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Motoristas de Maringá prometem iniciar uma manifestação contra o governo federal e o alto preço dos combustíveis na noite desta sexta-feira (11). A expectativa é que os caminhoneiros autônomos se reúnam a partir das 20h. Caso haja um bom número de pessoas, a saída para Iguaraçu (PR-317) deve ser bloqueada a partir da meia-noite.

Há cerca de dez dias, a interdição do trecho era certa, mas houve desarticulação do movimento. Agora, os caminhoneiros aguardam respostas de Paranavaí, Califórnia e Apucarana para decidir.

“Aqui em Maringá, a nossa ideia é que seja um ponto de resistência na região, não só até a manifestação de domingo (13), mas nos demais dias", declarou um caminhoneiro que preferiu não se identificar.  

Os principais objetivos da mobilização é pedir a saída da presidente Dilma Rousseff (PT). “O protesto é pela mudança de governo, o combustível que está muito alto, essa roubalheira, falta de ética. A gente não está sendo governado, mas punidos”, declarou o motorista.

O Sindicato dos Motoristas, que representa os trabalhadores com carteira assinada, não participa da mobilização.

Protesto de domingo

No domingo haverá um protesto contra a corrupção em Maringá, com saída às 14h da Catedral. Os principais alvos dos manifestantes são a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva.