28°
Máx
17°
Min

MP apresenta denúncia contra envolvidos em atentado a GM

A 6ª Promotoria de Justiça de Paranaguá, no Litoral do Estado, apresentou denúncia à Justiça contra os cinco rapazes envolvidos em um atentado, no início deste mês, contra guardas municipais que estavam em serviço. O fato ocorreu na madrugada do dia 1º de fevereiro, no módulo da Guarda Municipal da ponte da Ilha de Valadares, e teve grande repercussão na cidade.

De acordo com o MP-PR, os acusados, a pretexto de solicitar atendimento a uma suposta ocorrência, abordaram os guardas municipais que estavam de plantão e tentaram atraí-los para fora do módulo. Como não conseguiram, atiraram contra os guardas que, para se proteger, correram para outro cômodo do módulo, fugindo por uma das janelas.

Após o ocorrido, policiais fizeram patrulhamento pela região em busca dos cinco rapazes. Em Rio dos Almeira, próximo da Ilha de Valadares, encontraram um dos acusados, em um mangue, portando munição de uso restrito e irregular. Os policiais localizaram, ainda, em uma casa da região, uma pistola calibre 40, de uso restrito, que havia sido furtada de um policial militar, dois revólveres calibre 38, um revólver calibre 380, com numeração suprimida, além de munições. Em uma chácara, no bairro Sete de Setembro, em Valadares, encontraram quase um quilo e meio de maconha, que seria utilizada pelos rapazes para tráfico, além de quantidades de cocaína e crack.

Diante dos fatos, a 6ª Promotoria de Justiça de Paranaguá apresentou denúncia contra os cinco rapazes por dupla tentativa de homicídio qualificado. Além disso, quatro deles foram denunciados por tráfico de drogas, associação ao tráfico, porte de arma de uso restrito e de uso permitido. Atualmente, todos eles encontram-se detidos em Paranaguá à disposição da Justiça.

Colaboração Ministério Público