27°
Máx
13°
Min

MP orienta cidades do Norte Pioneiro sobre queima de lixo

(foto: MPGO/Divulgação) - MP orienta cidades do Norte Pioneiro sobre queima de lixo
(foto: MPGO/Divulgação)

O Ministério Público do Paraná expediu nesta quarta-feira, 27 de julho, expedientes às prefeituras de Jundiaí do Sul e Abatiá, no Norte-Pioneiro paranaense, para que estas aprimorem suas políticas de coleta de resíduos sólidos. Por meio de recomendações administrativas, a Promotoria de Justiça de Ribeirão do Pinhal, sede da Comarca, determina que os municípios somente depositem seus resíduos sólidos em aterro após a obtenção do devido licenciamento ambiental expedido pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP).

Além disso, deve ser proibida pelas administrações municipais a incineração dos resíduos sólidos, prática que vem sendo adotada comumente, de acordo com apuração do MP-PR. A medida objetiva garantir o cuidado com a saúde da população e com o meio ambiente, evitando-se a emissão de agentes poluentes, além de resguardo à renda da população que sobrevive da venda de resíduos sólidos recicláveis. As recomendações foram expedidas após reiteradas vistorias em que verificou-se que os aterros dos locais não atendem as legislações ambientais, especialmente quanto à Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010).

No caso da medida voltada à prefeitura de Abatiá, a recomendação traz, ainda, orientação para que sejam cumpridas as obrigações legais quanto à contratação de catador para a coleta, transporte e destinação final dos resíduos sólidos urbanos, para a realização dos processos de compostagem e reciclagem.

As administrações dos dois municípios devem informar à Promotoria, no prazo de 60 dias, as providências adotadas para o cumprimento das recomendações.

(com informações do Ministério Público)