22°
Máx
16°
Min

MPF pede que Reni Pereira cumpra prisão em unidade penitenciária

Prefeito afastado é mantido sob vigilância de agentes da PF (Foto: Facebook) - MPF pede que Reni cumpra prisão em unidade penitenciária
Prefeito afastado é mantido sob vigilância de agentes da PF (Foto: Facebook)

A procuradora Antonia Leila Neves Sanches, do MPF (Ministério Público Federal) protocolou nesta segunda-feira (18) um pedido para que o prefeito afastado de Foz do Iguaçu, Reni Pereira, cumpra prisão preventiva em uma unidade penitenciária.

Conforme a assessoria do MPF da 4ª Região, o protocolo tem um prazo de 30 dias para ser analisado e votado pelos desembargadores. A assessoria afirmou que não pode confirmar o que baseou o pedido.

Reni Pereira foi detido na última quinta-feira (14), por meio de um mandado de prisão domiciliar, expedido durante os trabalhos da 4ª Fase da Operação Pecúlio, que investiga crimes de corrupção em contratos licitatórios da Prefeitura de Foz do Iguaçu.

A prisão do prefeito afastado foi baseada em delações premiadas de outros investigados pela operação. Reni está em casa e só pode sair com a autorização da justiça.

Ele não pode receber visitas a não ser dos advogados de defesa. A casa é vigiada por policiais federais.

Defesa Reni

A equipe do Massa News tentou contato por várias vezes com a defesa de Reni Pereira, mas não obteve respostas.

Colaboração: Amanda Willnnbrinck