22°
Máx
17°
Min

MST já bloqueia seis pontos de estradas no Paraná

Já são pelo menos seis pontos bloqueados em estradas federais do Estado do Paraná. As interdições são realizadas em protestos dos integrantes do MST. O movimento é contra a votação do Impeachment da presidente Dilma. Essa é a justificativa para os bloqueios.

Em São Miguel do Iguaçu mais de 100 integrantes do MST bloquearam a BR-277, perto da praça de pedágio. Segundo a PRF o movimento é pacífico e as cancelas foram liberadas. O protesto alterna os bloqueios e as liberações das cancelas. A Polícia Militar foi chamada para auxiliar e acompanhar a movimentação.

Em Cascavel o MST também ocupou a praça de pedágio e liberou as cancelas. O grupo está com bandeiras do movimento e diz que ‘não vai ter golpe’.

A PRF também já confirmou seis pontos de bloqueios.

Confira:

Seis interdições registradas até o momento pela PRF no Paraná:

  1. Curitiba (BR 277, quilômetro 100, interdição total promovida pelo Movimento Popular de Moradia, com cerca de cem manifestantes, entre 6 e 8 horas da manhã);
  2. Nova Laranjeiras (BR 277, quilômetro 476, interdição total desde as 8 horas, cerca de mil integrantes do MST);
  3. Jacarezinho (BR 153, quilômetro 1, interdição total desde as 9 horas, cerca de 200 integrantes do MST);
  4. Cascavel (BR 277, quilômetro 568, manifestação desde as 9 horas, cancelas abertas por aproximadamente 500 integrantes do MST);
  5. São Miguel do Iguaçu (BR 277, quilômetro 704, bloqueio total, alternado com liberações intermitentes, desde as 9h30, MST);
  6. Mauá da Serra (BR 376, quilômetro 295, interdição total, cerca de 400 integrantes do MST).

O MST não confirmou em nota até quando os protestos serão realizados, mas anteriormente, o movimento havia confirmado manifestações para lembrar o massacre de Eldorado Carajás, quando 21 sem-terras foram mortos em confronto com a PM do Pará.