21°
Máx
17°
Min

Mulher confessa morte de policial militar

(Foto: Reprodução / Facebook) - Mulher confessa morte de policial militar
(Foto: Reprodução / Facebook)

Ellen Federizzi, esposa do policial Rodrigo Federizzi, confessou o crime para a equipe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Curitiba nesta segunda-feira (15). A informação foi revelada pela repórter Juliana Rodrigues, da Rede Massa. O policial foi morto com um disparo de arma de fogo e seu corpo foi encontrado na zona rural de Araucária sem as pernas. 

Ellen, que havia se tornado a principal suspeita da morte do marido, está presa e hoje saiu com a equipe da delegacia para mais averiguações. Os pais de Ellen também prestaram depoimentos na DHPP nesta segunda-feira. 

O corpo do policial militar Rodrigo Federizzi, de 32 anos, foi encontrado neste domingo (14). Ellen está na delegacia desde o dia 10 e vem apresentando diferentes versões sobre o caso.

O policial estava desaparecido desde o dia 28 de julho e um boletim de ocorrência sobre o fato foi realizado apenas dois dias depois. Durante as investigações, a perícia também encontrou, na casa da família, indícios de sangue.

Ainda não há confirmação sobre os motivos do crime. A equipe da DHPP informou hoje que vai se pronunciar apenas no final das investigações. Parentes do casal demonstrou surpresa com a prisão de Ellen, que chegou a fazer um apelo para que o marido aparecesse.

Colaboração Juliana Rodrigues / Rede Massa