22°
Máx
17°
Min

Mulher é amarrada, torturada e morta com um travesseiro em Campo Largo

(Foto: Reprodução/Facebook) - Mulher é amarrada, torturada e morta com um travesseiro em Campo Largo
(Foto: Reprodução/Facebook)

Uma mulher de 41 anos foi encontrada morta dentro de uma casa em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, na noite desta terça-feira (2). O carro dela, um Renault Sandero, foi levado do local. Por causa disso, a Polícia trabalha com a hipótese de um latrocínio, mas não descarta a possibilidade do crime se passional.

O corpo de Islene Severino de Lima foi encontrado com as mãos e os pés amarrados. De acordo com a Polícia Militar, a mulher pode ter sido torturada, pois estava com o rosto desfigurado e com vários ferimentos pelo corpo. Ela foi morta asfixiada com um travesseiro.

A casa onde o corpo de Islene foi encontrado não estava arrombada (Foto: Juliana Rodrigues/Rede Massa)A casa onde o corpo de Islene foi encontrado não estava arrombada (Foto: Juliana Rodrigues/Rede Massa)

Além disso, a casa onde ela morava, que fica na rua Bonsucesso, no bairro Rivabem, não estava com sinais de arrombamento e os vizinhos não escutaram nenhum grito ou barulho estranho. Islene era diarista e tinha acabado de receber uma indenização de R$ 60 mil, depois de uma briga familiar.

A Polícia investiga a situação, para tentar descobrir a real motivação do crime. O filho dela, um adolescente de 16 anos, que morava com a mãe, vai ser ouvido. O corpo de Islene foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Curitiba, que deve determinar a causa oficial da morte.

Colaboração: Juliana Rodrigues/Rede Massa