22°
Máx
16°
Min

Mulher esfaqueia o companheiro e se nega a sair de casa no bairro Cidade Jardim, em São José dos Pinhais

Parte da rua Juiz Danilo Bertolin Précoma está bloqueada (Foto: Elbio Tavares / Rede Massa) - Mulher esfaqueia o companheiro e se nega a sair de casa
Parte da rua Juiz Danilo Bertolin Précoma está bloqueada (Foto: Elbio Tavares / Rede Massa)

A Guarda Municipal de São José dos Pinhais atende, desde a madrugada desta terça-feira (28), um caso que envolve um casal no bairro Cidade Jardim. Segundo informações repassadas pela GM à reportagem da Massa News, a mulher esfaqueou o companheiro dentro de casa. Ela está armada e se recusa a sair da residência.

A Guarda Municipal informou ainda que a mulher está com um revólver. As equipes não conseguiram convencer a mulher a se entregar. Uma equipe da Polícia Militar foi acionada para negociações. O homem foi socorrido e encaminhado ao hospital. A área onde fica a casa está isolada. 

Atualização

O homem ferido é um guarda municipal de São José dos Pinhais. Informações repassadas pela Guarda Municipal no local da ocorrência indicam que a mulher segue armada e está trancada dentro do banheiro. Ela se recusa a conversar com qualquer pessoa. 

Houve uma discussão entre o casal durante a madrugada e os dois entraram em luta corporal. A mulher desferiu golpes de faca no homem, que ficou ferido moderadamente e foi encaminhado ao Pronto Socorro de São José dos Pinhais. Ela sabia onde a arma do guarda municipal ficava dentro da casa e pegou o revólver. 

Equipes da Guarda Municipal e da Polícia Militar tentam negociar com a mulher desde a madrugada. O casal teria um histórico de brigas. A mulher já teria agredido o companheiro com uma garrafa. Desta vez, o homem  foi ferido no braço e na perna por uma faca.

De acordo com o capitão da Polícia Militar Periguary Dias, a mulher tem 22 anos e atirou dentro da residência antes de se isolar no banheiro. O tiro atingiu uma parede. A mulher relatou que está com vergonha dos vizinhos e com medo de ser presa, ameaçando se matar. Segundo o policial, a mulher já está mais calma. Uma ambulância do Siate está no local para dar suporte à equipe policial. 

Colaboração Elisa Rossato e Elbio Tavares / Rede Massa