22°
Máx
16°
Min

Mulheres são homenageadas com atividades especiais no Hospital Municipal

Foto: Assessoria de imprensa - Mulheres são homenageadas com atividades especiais no Hospital Municipal
Foto: Assessoria de imprensa

No dia a dia de um hospital, quase não há pausa. Tudo é muito rápido, e a agilidade faz diferença no tratamento ou diagnóstico de um paciente.

Mas no Dia Internacional da Mulher, as 480 colaboradoras do Hospital Municipal de Foz do Iguaçu (HMFI) tiveram a oportunidade de trocar, por alguns instantes, a rotina estressante da profissão por um momento de descontração e alegria.

“É muito importante a gente dar essa retribuição para elas, esses cinco minutinhos diferentes no dia para ajudá-las a liberar um pouco a tensão diária”, afirmou a diretora-presidente da Fundação Municipal da Saúde, Patrícia Foster.

Tensão era o que acometia a auxiliar de enfermagem Lusia Giovaneli, cuja função é desempenhada no ambulatório do hospital, no atendimento aos pacientes.

Ela foi uma das primeiras a experimentar a Quick Massage, ou massagem rápida, que ajuda no relaxamento muscular.

“Gostei muito da massagem, vai tornar meu dia mais leve e pretendo adotar essa técnica daqui pra frente, já que senti muito a diferença”, disse.

A celebração do Dia Internacional da Mulher começou às 9h.

Consultoras de beleza vão passar o dia atendendo as colaboradoras, ensinando truques de maquiagem e explicando como cuidar da pele.

“Usamos luvas praticamente o tempo todo, o que resseca as mãos”, disse a auxiliar de higienização, Amanda Gomes. “Mas aprendi como hidratá-las e mantê-las bonitas, saudáveis e perfumadas”, disse.

As funcionárias também receberam informações sobre alimentação natural e saudável, inclusive como montar um prato balanceado para garantir todos os nutrientes necessários para o equilíbrio do corpo.

“Trouxemos atividades que possam fazer a diferença na rotina diária das colaboradoras, seja no trabalho ou no lazer”, considerou a coordenadora de Humanização do HMFI, Tatiane Azeredo.

FORÇA E CORAGEM

A força da mulher foi reverenciada por diversos filósofos e sociológos de renome mundial ao longo do tempo, mas o escritor brasileiro Machado de Assis, disse que “as mulheres são menos fracas que os homens, e mais capazes de sofrer dor e adversidade”.

De fato, a coragem em enfrentar suas lutas e seus dilemas, torna a mulher ainda mais admirável.

Na palestra para as colaboradoras, a psicóloga Joésia Naiara fez um apanhado sobre a evolução do papel da mulher na sociedade, desde o fatídico episódio registrado em Nova York, em 1911, quando 130 mulheres morreram queimadas após uma greve numa fábrica, até os dias de hoje.

“A evolução histórica serve para impulsionar as mulheres nessa caminhada, e hoje pudemos fazer uma reflexão dessa trajetória”, disse.

PRESENTES

Durante a manhã foram sorteados vários brindes para as mulheres que estiveram no auditório, mas todas as colaboradoras – presentes ou não – irão participar do sorteio para visitar os principais atrativos turísticos da cidade e um fim de semana num hotel de luxo.

Colaboração: Assessoria de imprensa