23°
Máx
12°
Min

Multa a transporte irregular de passageiros volta a ser debatida

(Foto: Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas) - Multa a transporte irregular de passageiros volta a ser debatida
(Foto: Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas)

Os vereadores de Curitiba analisam na sessão desta segunda-feira (6) o veto parcial à lei municipal que prevê multa em R$ 1,7 mil ao transporte irregular de passageiros. O assunto será o primeiro a ser debatido na Casa.

Pelo menos 20 vereadores deverão votar para a derrubada do veto realizado pelo prefeito. Gustavo Fruet vetou o trecho determinava que “não será permitido transporte individual de passageiros em veículo automotor leve, de categoria particular, que não atenda as exigências previstas nesta lei”. O argumento é que o parágrafo geraria incompatibilidade entre a lei aprovada e a legislação em vigor.

Em entrevista publicada no site da Prefeitura de Curitiba, o presidente da Urbs, Roberto Gregório, disse que “o veto parcial também abre a possibilidade de análises complementares de novas tecnologias, desde que devidamente autorizadas e adequadas à regulamentação”

Colaboração Câmara Municipal de Curitiba