24°
Máx
17°
Min

Município orienta sobre cadastro ambiental rural

Foto: Assessoria de imprensa - Município orienta sobre cadastro ambiental rural
Foto: Assessoria de imprensa

O Cadastro Ambiental Rural - CAR está previsto no Novo Código Florestal, por isso é uma obrigação de todos os produtores rurais se cadastrarem.

No estado do Paraná, segundo o Instituto Ambiental, 532 mil propriedades rurais entram para a lista, mas até o final de 2015, 36% dos imóveis rurais do estado estavam inseridos.

O prazo para a inclusão dos imóveis, que já foi prorrogado uma vez, encerra no dia 5 de maio. Em Foz do Iguaçu, o Sindicato Rural e a Secretaria de Agricultura prestam orientações a quem precisar.

O produtor pode procurar o atendimento de segunda à sexta-feira, na sede das duas unidades, localizada na Rua Marechal Floriano Peixoto, 1288, das 8h às 14h, em caso de dúvidas para realizar a inscrição pela internet. O endereço eletrônico é: (www.car.gov.br).

 É importante que o produtor faça o CAR para garantir a regularização das propriedades junto ao sistema do estado.

Quem não fizer, ficará sujeito às sansões que estão previstas no Novo Código Florestal, perdendo uma série de benefícios, tendo dificuldades para conseguir linhas de crédito e financiamentos.

Para alertar os proprietários rurais quanto à necessidade de fazer o Cadastro Ambiental Rural antes do encerramento do prazo, o Governo do Estado, sindicatos rurais, representantes de classe e cooperativas do setor agrícola passam a promover reuniões técnicas periódicas nos municípios para o acompanhamento da evolução dos cadastros no Paraná.

A ideia é promover em conjunto diversas ações, além de campanha de divulgação, para esclarecer sobre a necessidade do cadastramento e as dificuldades para o proprietário rural que não cadastrar sua propriedade.

A ação do Governo do Estado envolve as secretarias de Agricultura e do Abastecimento, de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Instituto Florestal do Paraná (IFPR) e Emater.

Também são parceiros das atividades o Sistema Ocepar, a Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep), Associação Paranaense de empresas de Base Florestal (Apre) e Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep).

DIAGNÓSTICO

Atualmente, o Paraná conta com mais de 192 mil propriedades inseridas no sistema. Juntas, elas somam mais de 7 milhões de hectares e representam 36% do total dos imóveis rurais do Estado. O Paraná é o segundo do País em número de propriedades rurais.

O Estado mantém a quarta posição no Brasil em número de imóveis cadastrados, atrás apenas de Minas Gerais, Santa Catarina e São Paulo.

O município com maior número de imóveis cadastrados, de acordo com o relatório, é Assis Chateaubriand, que tem 3.259 propriedades inscritas.

A lista segue com Marechal Cândido Rondon (2.411), Toledo (2.262), Santa Helena (2.053) e Cascavel, que registrou 2.051 imóveis.

Do total de registros feitos no Estado, há também 309 cadastros de Imóveis Rurais de Assentamentos da Reforma Agrária.

O Cadastro Ambiental Rural é um registro eletrônico que tem o objetivo de ajudar na identificação e na integração das informações ambientais, contribuindo para a regularização ambiental das propriedades rurais no País.

O sistema, criado pelo Código Florestal (Lei nº 12.651/2012), é gerenciado pelo Governo Federal e os cadastros do Paraná serão homologados pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP).

Colaboração: Assessoria de imprensa