27°
Máx
13°
Min

Município tem aumento de 100% nos casos de dengue

(Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas) - Município tem aumento de 100% nos casos de dengue
(Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas)

São Jorge do Ivaí (a 53 quilômetros de Maringá) teve um aumento de 100% nos casos de dengue nos três primeiros meses deste ano. Foram 20 contra dez notificados em todo 2015, o que colocou a Secretaria Municipal de Saúde em estado de alerta.

O responsável pela pasta, João Casagrande, informou que pelo menos cinco casos foram importados de outros municípios. Um dos pacientes ficou hospedado no Rio de Janeiro, na casa de parentes com dengue, e voltou com a doença, por exemplo.

“As pessoas acham que nunca vão pegar uma doença como a dengue, mas pegam. Passamos o carro de som todos os fins de semana, fazemos a entrega de panfletos informativos. A população está bem conscientizada, mas sempre tem aquele que acha que nunca vai pegar e que a casa dele nunca vai ter foco. Hoje, em uma tampinha de garrafa, o mosquito coloca o ovo”, destacou o secretário.

Crises cíclicas

Em 2007, São Jorge do Ivaí – município com 5,6 mil habitantes - enfrentou um surto de dengue. Depois disso, tornou-se exemplo no combate ao mosquito Aedes aegypti.

“Sempre conseguimos entrar em todas as casas. Quando não dá certo, retornamos no dia seguinte. Tivemos um surto de dengue há alguns anos e foi quando começamos a fazer isso. Demos prioridade à eliminação de focos do mosquito e isso dá 100% de resultado porque, acabando com o foco, não há como o mosquito nascer”, colocou o secretário.

O infectologista do Hospital das Clínicas da Universidade de Campinas, Rodrigo Angerami, explicou que as epidemias de dengue são cíclicas e geralmente acontecem entre três e cinco anos. “É preciso ter o que chamamos de educação continuada e um programa ininterrupto de combate ao Aedes, que aconteça não só no período de maior incidência, mas ao longo de todo o ano.”

Colaboração: Agência Brasil