22°
Máx
14°
Min

Mutirão de combate à dengue limpa 17 lotes sujos em Castro

Terrenos estão concentrados no Jardim Araucária II e III, além do Jardim Dalalana (Foto: Divulgação / Prefeitura) - Mutirão de combate à dengue faz a limpeza de 17 lotes sujos
Terrenos estão concentrados no Jardim Araucária II e III, além do Jardim Dalalana (Foto: Divulgação / Prefeitura)

Depois que terminou o prazo para que os proprietários de todos os lotes e terrenos baldios fizessem a limpeza dos imóveis em Castro, na região dos Campos Gerais, a Prefeitura deu início ao trabalho de remoção de matagal e entulho dos locais que não foram limpos pelos proprietários. A cobrança da taxa será feita no Cadastro Imobiliário e o dono do terreno receberá multa.

Nesta semana, as ações da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos estão concentradas no Jardim Araucária II, III e Jardim Dalalana, onde foram detectados 17 terrenos sujos. Esta é uma das medidas adotadas pelo governo municipal no combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. “Mais uma vez pedimos a colaboração da população, para que mantenha os imóveis limpos – sem mato, nem entulho ou lixo. Só assim vamos manter a cidade livre de doenças transmitidas pelo mosquito”, reforça o diretor-geral da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos, Vinícius Parizotto Gustman.

Na última semana, a Prefeitura realizou a limpeza de outros 24 terrenos nos bairros Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e Jardim Colonial, além de lotes no Jardim Cantagalo e Padre Piva. Em Castro, durante vistorias da Secretaria Municipal de Saúde a imóveis já foram encontradas larvas do Aedes aegypti, o que reforça a preocupação do município.

Por isso, a Prefeitura publicou no Diário Oficial Eletrônico do município no dia 19 de janeiro o 'Edital de Notificação para Limpeza de Lotes e Terrenos Baldios - Construções e edificações abandonadas no município de Castro'. Com isso, os proprietários de todos os lotes e terrenos baldios de Castro tinham até 15 dias – contados da data de publicação - para fazer a limpeza dos imóveis, assim como providenciar a manutenção da limpeza. Para os proprietários que realizarem a retirada da sujeira, dependendo da quantidade, a Prefeitura também realiza o recolhimento dos resíduos. Mais informações e agendamento do trabalho podem ser feitos pelo telefone 2122-5538.

Outra opção é realizar o descarte diretamente no Eco Ponto, no Jardim Bailly. Lá é possível descartar resíduos de obras, podas de jardim, eletroeletrônicos, móveis velhos, e material reciclável. O horário de atendimento é de segunda a sexta das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17 horas e aos sábados, das 8h30 às 11h30.

Gustman ressalta ainda o papel fundamental que a população tem em denunciar quem joga lixo em local impróprio, principalmente com fotografias que identifiquem a placa do carro e o local em que acontece o descarte. “Com isso é possível identificar o proprietário do veículo e tomar as medidas cabíveis”, expõe o diretor-geral, acrescentando que a identidade de quem faz a denúncia não é divulgada.

Colaboração Assessoria de Imprensa.