22°
Máx
17°
Min

Mutirão recolheu seis toneladas de resíduos perto da Copel

(foto: Copel/Divulgação) - Mutirão recolheu seis toneladas de resíduos perto da Copel
(foto: Copel/Divulgação)

O mutirão organizado por voluntários da Copel para combate aos focos de multiplicação do mosquito transmissor da dengue e de outras doenças retirou seis toneladas de resíduos nas proximidades da sede da empresa na Rua Chile. O trabalho foi realizado na última sexta-feira (18), com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde e da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU).

A limpeza foi feita em 52 terrenos, abrangendo 32 quarteirões da região. Aos 40 voluntários da Copel, juntaram-se 36 agentes de endemias, uma equipe de roçagem da CMTU e três voluntários do Departamento de Estradas e Rodagens (DER). Na operação, foram utilizados quatro veículos pequenos com caçamba e dois caminhões, sendo um da Copel e outro da CMTU.

Com o objetivo de tornar o combate permanente, as equipes ainda visitaram 210 imóveis para prestar orientações e solicitar a colaboração na vigilância de possíveis pontos que possam acumular água parada e facilitar a reprodução do mosquito Aedes aegypti. A capacitação dos voluntários teve apoio da Fundação Nacional de Saúde e do Laboratório de Entomologia Médica da Universidade Estadual de Londrina. 

Leituristas

Na última sexta-feira, também foi atualizado o número de casos informados pelos leituristas da Copel à Secretaria Estadual de Saúde, de possíveis criadouros a serem verificados pelos órgãos responsáveis. Até o momento, foram 3.355 locais apontados, em todo o Paraná. No município de Londrina, que teve confirmado o estado de epidemia na semana passada, foram indicados 144 endereços.

(com assessoria de imprensa da Copel)