21°
Máx
17°
Min

Nova Esperança, cidade de 28 mil habitantes, é campeã brasileira de limpeza urbana

Coleta seletiva foi implantada em 2002 (Foto: Alex Magosso/Rede Massa) - Cidade de 28 mil habitantes é campeã brasileira de limpeza urbana
Coleta seletiva foi implantada em 2002 (Foto: Alex Magosso/Rede Massa)

Com quase 28 mil habitantes, Nova Esperança aparece no topo de um ranking nacional, como campeã de sustentabilidade em limpeza urbana. A lista foi elaborada pela consultoria PwC, em parceria com o Sindicato das Empresas de Limpeza Urbana.

O bom resultado se dá em virtude da coleta seletiva, existente na cidade desde 2002. Das cerca de 500 toneladas de resíduos produzidas mensalmente, 80 (18%) são recicladas.

Moradora de Nova Esperança, dona Roseli, é prova que a cultura da coleta seletiva cria consciência ambiental. Ela destaca que é preciso separar o lixo para cuidar da natureza, pensar no futuro do planeta e ainda gerar renda para os coletores.

Dona Roseli separa lixo orgânico e reciclável (Foto: Alex Magosso/Rede Massa)Dona Roseli separa lixo orgânico e reciclável (Foto: Alex Magosso/Rede Massa) 

Há ainda um longo caminho a ser percorrido para aumentar os índices de reciclagem. Elizabete Martins é presidente da Cocamare, que faz a  triagem dos recicláveis, e lembra que há 11 anos, quando começou no serviço, a mistura de resíduos era muito pior e prejudicava o trabalho.

Segundo ela, melhorou bastante em virtude da educação da comunidade. O secretário Municipal do Ambiente, José Anderghi, argumenta que a reciclagem ajudou a acabar com pontos de descarte irregular na cidade e ainda aumenta a vida útil do aterro sanitário.

Outra cidade do Paraná também está bem classificada no ranking. É Itaipulândia, que aparece em terceiro lugar.

Colaboração William Souza da Rede Massa