28°
Máx
17°
Min

Nove morreram nas rodovias federais do Paraná no Corpus Christi

(Foto: Divulgação/PRF) - Nove morreram nas rodovias federais do Paraná no Corpus Christi
(Foto: Divulgação/PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta manhã (30), o balanço dos quatro dias da Operação Corpus Christi nas rodovias federais que cortam o Paraná. Neste ano, os números apontam para queda na quantidade de mortes, passando de 12 em 2015 para 9 em 2016. Também houve redução na quantidade de pessoas feridas em decorrência de acidentes. No ano passado foram 196 feridos e neste ano, 117. A quantidade de acidentes também foi reduzida, de 244 para 159.

Ainda de acordo com a polícia, a maioria dos acidentes com morte (8), ocorreram com a pista seca, ou seja, não foi a chuva que atrapalhou os condutores. Os motivos, segundo a polícia, foram excesso de velocidade, ultrapassagens indevidas e falta de atenção. Três pessoas morreram vítimas de atropelamentos.

Infrações

Conforme a PRF, ao todo são 4 mil quilômetros de estradas do Paraná sob a responsabilidade da corporação. As equipes flagraram no trecho, 512 ultrapassagens em locais indevidos; 7.312 veículos trafegando com excesso de velocidade; 54 condutores dirigindo sob a influência de álcool no organismo e 25 crianças sendo transportadas sem os devidos equipamentos de segurança. Também foram recolhidos 153 veículos com irregularidades e apreendidos 750 mil maços de cigarros; 188 quilos de maconha e sete pessoas foram presas. A polícia recuperou ainda, 7 veículos com registros de furto ou roubo.

Colaboração PRF