22°
Máx
14°
Min

Nove são presos em operação contra caça ilegal no Parque Nacional do Iguaçu

Nove são presos em operação contra caça ilegal  no Parque Nacional

Policiais da 5ª Companhia de Polícia Ambiental com apoio do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, cumpriram na manhã desta quinta-feira (8), 17 mandados de busca e apreensão nas cidades de Santa Tereza do Oeste e Lindoeste.

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal de Cascavel e cumpridos durante a “Operação Independência”.  Segundo o 1º Tenente da Companhia, Nilson Figueiredo Junior, foram empregados 52 policiais militares, dois agentes do Instituto Chico Mendes e 15 viaturas para o cumprimento dos mandados.

O alvo da operação foi a caça ilegal no interior do Parque Nacional do Iguaçu. Nove pessoas foram presas, 14 armas, sete pássaros silvestres, 270 munições, carne de caça, vestimentas camufladas e matérias de recarga de munição foram apreendidas. Novas operações serão desencadeadas nos próximos dias.

Na casa de um dos presos foi encontrada uma pata de harpia, a maior ave de rapina do mundo e está extinção no Paraná. Segundo a Polícia, não é possível dizer quando o animal foi abatido, mas segundo especialistas, a ave era uma fêmea já adulta e poder ter sido a última espécie da região.

As investigações, que duraram cerca de oito meses, apontam que um grupo de pessoas se reunia para caçar e também vendiam carne.

Colaboração: Cristiane Guimarães.