24°
Máx
17°
Min

Número de gestantes que buscaram vacina contra a gripe é baixo em Maringá

A Secretaria Municipal de Saúde está preocupada com a baixa procura da vacina contra a gripe pelas gestantes de Maringá. A campanha vai até esta sexta-feira (20) e apenas 54% das mulheres grávidas no município buscaram a imunização.   

Em Maringá, o vírus da gripe H1N1 já matou uma pessoa, justamente uma jovem de 22 anos, grávida de quatro meses. Letícia Naiara da Silva apresentou sintomas de uma gripe comum, depois o quadro se agravou rapidamente e ela precisou ser internada, entrando em óbito após quatro dias, no mês de março.

A coordenadora de Vacinação em Maringá, Edlene Góes, destacou que a vacina protege tanto a mãe quanto o bebê. O médico ginecologista Carlos Henrique Freire explicou que o sistema imunológico de uma gestante fica mais fraco, por isso, os cuidados para prevenção devem ser intensificados.

Grupos de risco com direito à vacina gratuita

  • crianças com idade entre seis meses e menores de cinco anos
  • gestantes
  • mães com filhos de até 45 dias de idade
  • trabalhadores da saúde
  • pessoas com 60 anos ou mais
  • população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional
  • pessoas de 5 a 59 anos portadoras de doenças crônicas
  • indígenas