22°
Máx
17°
Min

Observatório das Metrópoles fará 2ª pesquisa sobre moradores de rua em Maringá

Dados serão coletados até janeiro de 2017 (Foto: Divulgação) - Observatório das Metrópoles fará 2ª pesquisa sobre moradores de rua
Dados serão coletados até janeiro de 2017 (Foto: Divulgação)

O Observatório das Metrópoles da Universidade Estadual de Maringá fará uma segunda pesquisa sobre a população em situação de rua. O núcleo já começou o treinamento das pessoas que vão colher as respostas e pretende finalizar o levantamento de dados até janeiro do próximo ano.

Na primeira pesquisa, realizada entre dezembro de 2015 e janeiro de 2016, apontou-se que a população de rua em Maringá é formada por 88% de homens, 72% deles pretos ou pardos, especialmente na faixa entre 30 e 55 anos.

O objetivo da coleta de dados é identificar a quantidade, o perfil dessas pessoas, os motivos que levaram à situação de rua, como estão suas relações familiares, o modo como sobrevivem, onde buscam a satisfação de suas necessidades básicas e de saúde e como os pesquisados percebem a sociedade em relação à pessoa em situação de rua.

(Foto: Divulgação)(Foto: Divulgação) 

A coordenadora do Observatório das Metrópoles, Ana Lúcia Rodrigues, explica que a proposta da pesquisa continua sendo de investigar a condição real da população em situação de rua, com intuito de que, por meio da multiplicação do conhecimento, seja possível oferecer ao poder público informações para subsidiar políticas públicas.

A coleta de dados ocorre em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (SASC) de Maringá e o Centro de Referência Especializado para População de Rua (Centro POP).

Colaboração Assessoria de Imprensa