22°
Máx
16°
Min

Ocupantes de terreno no São Braz reclamam de atuação da polícia

(Foto: Divulgação) - Ocupantes de terreno no São Braz reclamam de atuação da polícia
(Foto: Divulgação)

Policiais militares realizam nesta quinta-feira uma ação no terreno baldio conhecido como Terrão, no bairro São Braz. As cerca de 300 famílias que ocupam a área desde sábado (18) reclamam da atuação da polícia, que teria feito revistas em homens e mulheres, rasgado os barracos e recolhido os facões utilizados para limpar o terreno.

“Vieram seis viaturas e dois helicópteros. Primeiro eles cercaram a área e depois deram geral em todo mundo, nas mulheres e nos homens, dizendo que estavam procurando um estuprador. Eles rasgaram os barracos, mas não tinham nenhum mandado”, disse uma das ocupantes, que preferiu não se identificar. De acordo com ela, os policiais chegaram no começo da tarde desta quinta-feira e mesmo depois de terem deixado o terreno, continuam rondando a área. “A cada 10 minutos estão passando por aqui”.

Os ocupantes reclamam ainda da demora da polícia em fazer rondas pelo local. “Este terreno ficou 40 anos abandonado, teve estupro, até assassinato, mas nunca teve abordagem nenhuma. Agora a polícia vem aqui e diz que tá preocupada com segurança?”, criticou outra representante do grupo. “Não vamos sair daqui. Aqui não tem bandido”, garantiu.

A assessoria de imprensa da Polícia Militar informou que a ação no terreno faz parte do reforço no policiamento na região do 12º distrito após denúncias de falta de segurança na área.


(Foto: Divulgação)