28°
Máx
17°
Min

Onda de terror motiva suspensão de ônibus e operação da PM em Umuarama

O transporte coletivo foi suspenso em Umuarama na tarde desta quinta-feira (1º), depois que dois ônibus foram incendiados. Os ataques seriam uma represália à morte de um adolescente de 16 anos, baleado após supostamente reagir a uma abordagem policial.

A Viação Umuarama, empresa que executa o serviço, informou que recolheu todos os ônibus na garagem por volta das 14h, alegando que precisa garantir a segurança dos passageiros e dos funcionários. O serviço está interrompido, pelo menos, até a manhã de sexta-feira (2).

O primeiro incêndio foi registrado no Parque Dom Pedro II. Quando passava pela Rua Santos Reis Magos, o ônibus foi cercado por um grupo de aproximadamente dez pessoas, apedrejado e incendiado.

Felizmente, todos os passageiros e o motorista conseguiram sair ilesos. Pouco mais de 1h depois, no Residencial Sonho Meu, na Avenida Junqueira Freire, a principal do bairro, outro ônibus foi incendiado e destruído.

Medo

Os moradores de Umuarama estão apavorados e não sabem no que acreditar, já que diversos áudios e fotos de homens armados estão circulando pelo Whatsapp, colocando a cidade em pânico. No Colégio Estadual Padre Manoel da Nóbrega, por exemplo, vários pais foram tirar os filhos das aulas e levá-los para casa, pois surgiram boatos de que escolas seriam alvos de ataque.

A Polícia Militar não quis se pronunciar sobre o caso e apenas informou que está com todo o efetivo na rua, em uma operação para conter o ataque. A onda de violência começou supostamente para vingar a morte do garoto de 16 anos. Suspeito de tráfico de drogas e roubo, ele teria reagido a uma abordagem e acabou morto.

Nota da Prefeitura de Umuarama

"Preocupado com a situação de terror que se instalou em Umuarama, depois da morte do menor Luiz Fernando Sgorlon, de 16 anos, o prefeito Moacir Silva - que está em viagem - colocou a estrutura do Município à disposição da Polícia Militar, para que a população esteja protegida. Com isso, o secretário de Defesa Social, Paulo Sequinel Fernandes, já fez contato com o comando da Polícia Militar e neste momento, todo o efetivo da Guarda Municipal, está à disposição do Batalhão da PM. 

A Viação Umuarama também informa, que em virtude dos ataques registrados nos ônibus durante esta quinta-feira, o transporte coletivo está suspenso, pelo menos até amanhã cedo. A decisão vem de encontro com a proteção dos usuários do serviço, já que uma circular foi totalmente incendiada e outra parcialmente."