23°
Máx
12°
Min

Operação conjunta desmonta quadrilha de roubo de carros

Polícias Civil e Militar prenderam cinco pessoas – quatro delas com envolvimento no esquema (Foto: Divulgação / Polícia Civil) - Operação conjunta desmonta quadrilha de roubo de carros
Polícias Civil e Militar prenderam cinco pessoas – quatro delas com envolvimento no esquema (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

Uma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar de Dois Vizinhos (48 quilômetros de Francisco Beltrão) desmontou uma quadrilha que agia no sudoeste do estado roubando e furtando automóveis na região. Cinco pessoas foram presas durante a operação, que começou no último sábado (23) e seguirá até que mais um membro do grupo seja encontrado. Segundo a polícia, o grupo levava os carros até a Argentina para revender ou para trocar por armas e drogas.

De acordo com o delegado Joselito Teixeira dos Santos, a quadrilha era liderada por Rodrigo Sabino da Silva, de 29 anos, mais conhecido como Primo. Ele era foragido da Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão (PEFB) e foi encontrado durante a manhã desta quinta-feira (28) no bairro Santa Luzia. O suspeito foi encontrado com uma pistola calibre .45. Nesta mesma residência foi preso Oséas Gelak, suspeito de tráfico de drogas, por dar abrigo ao foragido da Justiça.

Também nesta quinta, os policiais encontraram Eduardo Felipe Pinheiro, de 22 anos, e Maicon Nunes Kanopf, ambos presos na mesma casa no bairro Sagrada Família. Na casa deles os policiais encontraram um fuzil 762.

Polícias Civil e Militar prenderam cinco pessoas – quatro delas com envolvimento no esquema (Foto: Divulgação / Polícia Civil)Polícias Civil e Militar prenderam cinco pessoas – quatro delas com envolvimento no esquema (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

A investigação começou há 15 dias, quando uma série de roubos de carros começou a acontecer na cidade, e a operação foi deflagrada no último sábado, quando foi preso Marcos Nunes Kanopf. A partir da prisão dele, que é irmão de Maicon, os policiais conseguiram chegar aos outros membros da quadrilha. Os policiais cumpriram mandados de busca e apreensão e também apreenderam drogas.

Agora, os policiais estão atrás do motorista que dirigia os carros durante os assaltos. Eles serão autuados por posse ilegal de arma de uso restrito e por tráfico de drogas. O delegado ainda vai anexar ao inquérito as provas que ligam o grupo aos roubos e furtos de veículos.