24°
Máx
17°
Min

‘Operação Expeditos’: Ação policial prende membros do PCC

‘Operação Expeditos’: Ação policial prende membros do PCC

A Operação Expeditos, em alusão ao santo expedito, protetor dos policiais, foi desencadeada ainda na madrugada de hoje (03) no município de Alto Piquiri (57 quilômetros de Umuarama).

Foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão, 5 mandados de prisão e 5 mandados de condução coercitiva – quando a pessoa é encaminhada apenas para interrogatório.

Apesar dos cumprimentos de mandados ter acontecido apenas nesta quarta-feira (3), as investigações que levaram à identificação dos envolvidos com o Primeiro Comando da Capital (PCC), começaram há cerca de dois meses e seguiram, a partir da apreensão de um adolescente com 24 porções de maconha em Umuarama.

Posteriormente, aconteceu a prisão de Tais Fernanda Dias, de 20 anos de idade no dia 5 de junho, com cerca de dois quilos de maconha na Estação Rodoviária, também em Umuarama.

A segunda – e também considerada a principal – prisão, aconteceu em 30 de junho, quando o coordenador do grupo, identificado como Adelson Correia, foi detido também portando drogas.

Conhecido no mundo do crime pela alcunha de ‘Bogó’, Correia passou a ameaçar um policial militar de Alto Piquri, em represália à sua prisão e às investigações sobre o ‘braço do PCC’ comandado por ele.

“Em virtude das ameaças ao policial é que surgiu a nomeação da operação policial”, comentou o delegado Fernando Ernandes Martins, que comandou os trabalhos, acompanhado do delegado de Alto Piquiri, Rodolfo Vieira Nanis.

A ação integrada por policiais civis e militares de Umuarama e de Alto Piquiri, apreendeu diversos adolescentes que foram aliciados pelo resto do bando e deteve Algeu Carlos dos Santos, de 33 anos e considerado o segundo, no comando e Adriano Rocha de Macedo, de 29 anos.

“Além de Adelson, Tais Fernanda, Adriano e Algeu, um quinto integrante não fio localizado pela polícia na manhã de ontem, mas continua sendo procurado por nossas equipes que vão dar sequência às buscas na região de Alto Piquiri”, reforçou o delegado Rodolfo Vieira.

Fonte: Tribuna Hoje