24°
Máx
17°
Min

Operação Independência registrou 11 mortes nas estradas federais do Paraná

(Foto: Divulgação/PRF) - PRF fecha Operação Independência com 11 mortes
(Foto: Divulgação/PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta manhã (12), o resultado final da Operação Independência realizada nas estradas federais que cortam o Paraná. De acordo com a polícia, “não há motivos para comemoração”, diante do alto índice de acidentes, feridos e mortes. Ao todo foram 172 acidentes, que resultaram em 163 pessoas feridas e 11 mortes.  No feriado de Independência do ano passado, a PRF registrou 15 mortes, 225 feridos e 220 acidentes.

Nesta no, a polícia ainda flagrou nos cinco dias de operação, 102 condutores dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas. Outros 513 motoristas executando ultrapassagens irregulares e 1,5 mil veículos trafegando acima da velocidade máxima permitida. Um dos casos destacado pela PRF, foi registrado em Maringá, na Avenida Colombo, em que o radar registrou o veículo a 162 quilômetros por hora. A velocidade da via é de 60km/h.

Acidentes

Das 11 mortes registradas, cinco foram em decorrência de acidentes em que os veículos bateram de frente. Duas mortes foram de ciclistas e outras duas de motociclistas. Nove das mortes ocorreram no período noturno.

A PRF destacou, que embora a Justiça tenha suspendido a obrigatoriedade do uso do farol baixo nas rodovias durante o dia, muitos condutores ainda seguem a recomendação.

(Foto: Divulgação/PRF)(Foto: Divulgação/PRF)

Serra do Mar

A concessionária que administra o pedágio no trecho entre Curitiba e o Litoral do Paraná, revelou que o movimento na rodovia ficou cerca de 20% abaixo do esperado, mas ainda assim, movimentou cerca de 135 mil veículos entre a terça-feira (6) e o domingo (6).

Colaboração PRF/Ecovia