23°
Máx
12°
Min

Operadora de Londrina escapa mais uma vez do bloqueio do WhatsApp

(foto: Pixabay) - Operadora de Londrina escapa mais uma vez do bloqueio do WhatsApp
(foto: Pixabay)

Assim como havia ocorrido em maio, clientes de telefonia móvel da Sercomtel não foram afetados pelo bloqueio ao aplicativo WhatsApp, determinado em todo o País pela comarca de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, na manhã desta terça-feira (19).

A operadora possui cerca de 69 mil usuários de telefonia celular, que escaparam da decisão e consegue utilizar o aplicativo normalmente. O mesmo vale para quem usa o smartphone conectado via Wi-Fi na banda larga da operadora.

Nova decisão

A decisão de interrupção do serviço partiu da juíza Daniela Barbosa Assunção de Souza, que exige que o Facebook — proprietário do WhatsApp — ceda informações de conversas de usuários investigados pela Justiça.

"A falta ou a negativa de informação por parte da empresa, deixando de atender a uma determinação judicial, impede aos órgãos de persecução de apurarem os ilícitos e alcançarem os autores dos crimes praticados", diz a decisão da juíza.

Sobre o impacto da ação na população brasileira, a juíza diz que outras consequências devem ser pesadas. "Aqueles na sociedade que reclamam a simples ausência de um aplicativo, como se não nos fosse mais possível viver sem tal facilidade, como se outros similares não pudessem ser utilizados, como se outros meios de comunicação não existissem, deveriam lembrar que a maior vítima dos crimes ora investigados é a própria sociedade", diz a decisão.