22°
Máx
14°
Min

Pacientes aguardam 8h por consultas na UPA

Uma confusão foi registrada na Unidade de Pronto Atendimento da Zona Norte de Maringá, no Conjunto Branca Vieira, na segunda-feira (14). O tempo de espera chegou a oito horas, o que gerou indignação por parte da comunidade. O principal problema aconteceu nos atendimentos de pediatria, com a falta de médicos para receber cerca de 50 crianças.

Ao portal Massa News e à Rede Massa, já perto das 21h, pacientes contaram que aguardavam desde o início da tarde por uma consulta. Bastante irritados, os populares passaram a exigir atendimento e houve o acionamento da Guarda Municipal e Polícia Militar.

Apenas um plantonista da noite teria aparecido para trabalhar e ainda com quase 1h de atraso. Diante das reclamações, médicos foram remanejados para consultas de pediatria.

Por meio de nota, a Prefeitura Municipal de Maringá se manifestou.

Confira:

"A Secretaria de Saúde informa que houve, realmente, um crescimento muito grande no número de atendimentos nas unidades de pronto atendimento (Zona Norte e Zona Sul) nas últimas semanas. Muitas pessoas estão se dirigindo às UPAs com sintomas de dengue. Para melhorar o atendimento, a secretaria de saúde já está tomando medidas, como: * Aumento no número de médicos; * Criação de pontos de atendimento estratégico, fora da UPA, exclusivo para pacientes com sintomas de dengue; * Aumento da capacidade e atendimento das Unidades Básicas de Saúde (Postos de Saúde), para que o munícipe possa ser medicado e orientado na própria UBS, não sobrecarregado setor de Urgência e Emergência."

Colaboração: Rogério Morais