21°
Máx
17°
Min

Padrasto confessa que quebrou braço, pernas e costela da enteada de um ano

(Foto: Rede Massa) - Padrasto confessa que quebrou braço, pernas e costela da enteada de um ano
(Foto: Rede Massa)

A Polícia Civil de Apucarana (a 63 quilômetros de Maringá) apresentou nesta terça-feira (12) o homem de 34 anos que espancou a enteada de um ano e oito meses, na última sexta-feira (8). Ele confessou que jogou a criança no chão e depois a arrastou pelo braço.

O bebê teve um braço, duas pernas e uma costela quebrados e permanece internada no Hospital da Providência em Apucarana. A criança foi retirada da guarda da mãe por recomendação do Conselho Tutelar e vivia com os tios há cerca de oito meses.

O delegado da 17ª Subdivisão Policial de Apucarana, José Aparecida Jacovós, informou que o laudo médico aponta que as lesões encontradas na garotinha não foram feitas todas no mesmo dia. Isso aponta que ela vinha sendo agredida recorrentemente, por isso, o padrasto vai responder por tortura.

A Polícia Civil ainda vai investigar a possibilidade de abuso sexual. A tia que mantém a guarda da garotinha será indiciada por maus-tratos, pois sabia da violência e não impedia. Ela ainda tem outros dois filhos, que não são do atual companheiro.

A família vive em um sítio na zona rural de Cambira, onde o espancamento aconteceu.

Colaboração Silvia Vilarinho da Rede Massa