22°
Máx
17°
Min

Pagamentos a médicos era feito de forma irregular, diz Gaeco

Foto: Márcio Falcão - Pagamentos a médicos era feito de forma irregular, diz Gaeco
Foto: Márcio Falcão

O Gaeco apresentou outros detalhes sobre a operação realizada nesta terça-feira (12), em Foz do Iguaçu. Ela foi batizada de Esculápio, um deus da mitologia grega que se refere a medicina e a cura.

Conforme o Gaeco a investigação tenta apurar se servidores se beneficiavam da forma de pagamento dos médicos da prefeitura. A maneira como as horas eram pagas estava em desacordo com a legislação, segundo o Gaeco.

Os levantamentos apontam que um servidor sacava o dinheiro, emitido por meio de notas de serviços prestados, e repassava em mãos aos médicos, o que não é permitido. A investigação vai apurar se os valores eram gerados com horas a mais do que condizem os plantões.

Uma pessoa foi levada para explicações na sede do Gaeco, a outra não foi encontrada, mas já disse que deve se apresentar para esclarecer o caso. Elas não tiveram os nomes revelados.

Os investigados poderão responder por peculato e associação criminosa.

Colaboração: Vinícius Machado / Rede Massa