23°
Máx
12°
Min

Parque Tecnológico recebe o ‘I Hackathon PatoLivre’

(Foto: Divulgação) - Parque Tecnológico recebe o ‘I Hackathon PatoLivre’
(Foto: Divulgação)

A inauguração do Parque Tecnológico de Pato Branco será no dia 1º de julho, mas antes mesmo de ser entregue oficialmente à comunidade, a estrutura receberá um grande evento, o “I Hackathon PatoLivre: Cidades Digitais”. Promovido pelo Grupo Pato Livre, a iniciativa, que acontece nos dias 10 e 11 de junho, conta com apoio do Município de Pato Branco, através da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação e do Sebrae/PR. O encontro terá início às 19h de sexta-feira (10) e segue, sem intervalo, até às 21h de sábado (11).                      

O termo “hackathon” resulta de uma combinação das palavras inglesas “hack” (programar de forma excepcional) e “marathon” (maratona). O evento é uma maratona de programação que reunirá programadores, designers e outros profissionais ligados ao desenvolvimento de softwares, para uma competição e troca de experiências.

O secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, Géri Natalino Dutra, conta que este será o primeiro evento nesses moldes realizado em Pato Branco, o que pode contribuir para fomentar o desenvolvimento tecnológico e os projetos voltados à inovação. “Essa iniciativa pode gerar futuros empreendimentos, voltados a resolução de demandas no Município no que refere-se à consolidação de Pato Branco enquanto uma cidade digital”, explicou Géri.

No início do encontro, os participantes serão divididos em equipes e receberão linhas de desenvolvimento. O desafio será voltado a encontrar soluções inovadoras para demandas apresentadas pela Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação.  “Os hackathons são uma tendência mundial para o desenvolvimento de empreendedorismo digital. Os profissionais se reunirão por aproximadamente 24 horas para desenvolverem aplicativos para diferentes necessidades, na área comercial, social e pública”, ressaltou Géri. 

O “I Hackathon PatoLivre: Cidades Digitais” terá o acompanhamento de três mentores, que auxiliarão os participantes na criação dos programas, são eles: Klaus Wuestefeld (conselheiro da HE:labs e fundador da Objective, autor do Prevayler e do manifesto da Computação Soberana); Guilherme Berghauser (desenvolvedor mobile e web, é integrante do time da ContaAzul e da comunidade do Mozilla como Mozillian, atuando na divulgação do Firefox OS); e Jônatas Paganini (desenvolvedor integrante do time da Resultados Digitais, assíduo no FloripaOnRails, escreve para o Ship It e é organizador do CapyCast na Resultados Digitais).

Participação

Ainda dá tempo de participar. São apenas 25 vagas e, para participar, é necessário realizar a inscrição – o valor é de R$ 25,00, com alimentação inclusa. A equipe vencedora será premiada com R$ 500,00, além de certificação. Mais informações e inscrições através do site do evento.

 Colaboração Assessoria de Imprensa.