22°
Máx
17°
Min

Patrimônio Regina terá ‘arrastão’ contra o lixo nesta quarta

(foto: ONG Mae/Divulgação) - Patrimônio Regina terá ‘arrastão’ contra o lixo nesta quarta
(foto: ONG Mae/Divulgação)

O caos no lixo do Patrimônio Regina – há anos com lixeiras desorganizadas, falta de coleta seletiva e baixa participação dos moradores na limpeza – começa a mudar. O marco é o Dia Mundial de Limpeza de Rios, nesta quarta-feira (21), quando também haverá um plantio de árvore simbólico, em comemoração ao Dia da Árvore.

De forma simbólica, alunos e professores do Colégio Estadual do Patrimônio Regina (10km do centro) vao fazer um arrastão de limpeza da rua até o rio da área, o Ribeirão Três Bocas.

A limpeza e reorganização dos resíduos no patrimônio, que fica no meio do caminho para a Mata dos Godoy, é um dos alvos do projeto Bacia da Minha Escola/ProVerde.

O projeto trabalha com alunos do colégio temas da bacia hidrográfica do Ribeirão Cafezal/Três Bocas – que passa no meio da comunidade - e discute os impactos que a desorganização dos resíduos e a poluição que atividades produtivas causam nos cursos de água da área. Nas chuvas, parte do lixo que fica nas ruas vai parar dentro do Três Bocas.

Enquanto dentro da cidade de Londrina o problema é a decadência da coleta seletiva, uma pesquisa feita no Patrimônio mostrou que na zona rural boa parte dos moradores ainda queima recicláveis a céu aberto. Falta informação sobre os problemas e a necessidade de separar lixo para a coleta seletiva.

A iniciativa no Patrimônio tem o objetivo “reamarrar as pontas”, mobilizando a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), o colégio, a cooperativa, a igreja e os moradores para tornar o local mais limpo. Todo processo está sob reordenação.

Na ação, alunos e professores do Colégio chamarão a comunidade para o desafio de transformar o cenário de abandono do lixo no patrimônio.

“Há anos que o cenário do lixo é crítico no patrimônio. Quando perguntamos para a comunidade, a resposta foi a de que eles realmente querem mudar isso”, explica Gustavo Góes, coordenador do Bacia da Minha Escola. O projeto tem apoio da Ong Meio Ambiente Equilibrado (MAE).

O arrastão de limpeza – da rua ao rio – começa às 8h e vai até 10h. A partida é do Colégio Estadual do Patrimônio Regina.

(com assessoria de imprensa)