22°
Máx
17°
Min

PF flagra empresa prestando serviço de escolta armada sem autorização; simulacros são apreendidos

PF flagra empresa prestando serviço de escolta com simulacro

Policiais federais do grupo de Polícia Fazendária (GPfaz) apreenderam três simulacros de pistola e um de espingarda calibre 12 na BR-277, nesta quarta-feira (28). As armas de mentira estavam dentro de veículos de uma empresa de escolta armada. 

Os ocupantes alegaram que chegaram a Foz do Iguaçu na manhã de hoje para fazer um serviço de escolta em três ônibus de turismo de Curitiba. Após análise, foi constatado tratar-se de uma empresa de monitoramento, que não é autorizada a efetuar escoltas armadas. Outro fato que chamou a atenção foi o tipo de pintura utilizada nos veículos, muito semelhante à adotada pela PF. 

Os ocupantes, simulacros e veículos foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal. As empresas autorizadas a atuarem no segmento de escolta armada são fiscalizadas pelo órgão.

A PF informa que as empresas precisam solicitar autorização para a atividade. Após a apresentação da documentação exigida, elas passam a ser fiscalizadas por equipes especializadas de policiais federais. A vistoria é efetuada nas armas, equipamentos de segurança, viaturas, funcionários, entre outros itens. 

Quando o procedimento é finalizado e a empresa encontra-se apta a exercer as atividades, a permissão para trabalho é publicada no Diário Oficial. A renovação é exigida anualmente. A empresa foi notificada pela Policia Federal, em esfera administrativa, a regularizar a situação no prazo de trinta dias, ou encerrar a atividade.

Colaboração: Assessoria.