22°
Máx
17°
Min

PF pede mais prazo para concluir investigações da ‘Pecúlio’

O prazo para concluir o inquérito termina nesta quarta-feira (18), mas a Polícia Federal já solicitou mais tempo para encerrar as investigações da Operação Pecúlio. Seis pessoas continuam presas preventivamente a pedido da investigação.

Melquizedeque da Silva, Rodrigo Becker, Nilton João Beckers, Euclides de Moraes Barros Junior, Carlos Juliano Budel e Aires Silva. Melquizedeque e Nilton foram transferidos da carceragem da PF.

Assim que concluído, o inquérito será enviado ao Ministério Público que vai decidir por novas diligências ou pela representação de denúncia contra os envolvidos à Justiça. O grupo é investigado por crimes contra a administração pública de Foz do Iguaçu.

O prefeito Reni Pereira chegou a ser citado nas investigações, mas não foi preso. Entre os crimes cometidos pelos envolvidos estão peculato, corrupção ativa e passiva e organização criminosa.

Colaboração: Cris Neres / Rede Massa