22°
Máx
16°
Min

Plano Safra 2016-2017 será lançado na próxima sexta-feira

(Foto: Divulgação) - Plano Safra 2016-2017 será lançado na próxima sexta-feira
(Foto: Divulgação)

O Superintendente Regional do Banco do Brasil, Everton Kapfenberger, recebeu o Secretário Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Ponta Grossa, Ivonei Afonso Vieira, e o presidente da Sociedade Rural dos Campos Gerais, Edilson Gorte, para tratar do lançamento do Plano Safra 2016/2017 pelo Banco.

Os representantes das respectivas instituições acordaram o lançamento para a próxima sexta-feira (1°), no Centro de Treinamento do Produtor Rural, situado no Centro Agropecuário Municipal. O Governo Federal anunciou R$ 202,88 bilhões para o setor, que contempla desde agricultura familiar, como também agricultura empresarial e demais classes de produtores. Na oportunidade do lançamento serão apresentadas e detalhadas diversas informações a respeito das linhas de créditos disponíveis para os produtores rurais.

“Vamos apresentar os recursos disponíveis no Plano Safra divulgado pelo Governo Federal, como a diferença da taxa de juros, os comparativos, vamos falar da agricultura familiar que terá R$ 30 bilhões, um recorde histórico de recursos”, frisa Kapfenberger, que também informou a possibilidade de que seja apresentado o prévio fechamento da safra 2015/2016, além disto, informações sobre seguros e a continuidade do custeio da safra de verão estarão na pauta.

Estão confirmadas a participação de inúmeras revendas de insumos agrícolas, que trarão lançamentos de novos equipamentos ainda não disponíveis no mercado. Para o Secretário de Agricultura, toda prestação de informações a respeito de linhas de créditos e oportunidades ao produtor são importantes, “O Banco do Brasil tem se mostrado um grande parceiro do agronegócio e ficamos bastante satisfeitos com essa proximidade”, diz.

Edilson Gorte lembra do potencial do agronegócio na região, destacando a importância de se obter sempre mais recursos para que o produtor tenha condições adequadas de oferecer mais, “nosso país tem condições de produzir muito mais, os subsídios são de fundamental importância para nossa competitividade nas exportações, precisamos de incentivos constantemente”, diz. Edilson ainda salienta a iniciativa do Banco do Brasil em apresentar essas informações aos produtores e oferecer uma atividade especial no Centro Agropecuário Municipal Ayrton Berger, “Parabenizo o Superintendente pela sua visão de aproximar mais o produtor rural da entidade financeira”, finaliza.

Colaboração Assessoria de Imprensa.