23°
Máx
12°
Min

PM acusada de homicídio não comparece em Júri

Apenas o advogado de defesa da ré apareceu no Tribunal do Júri (Foto: Rede Massa) - PM acusada de homicídio não comparece em Júri
Apenas o advogado de defesa da ré apareceu no Tribunal do Júri (Foto: Rede Massa)

Acontece desde a manhã desta quinta-feira (3), no Tribunal do Júri de Foz do Iguaçu o julgamento da ex-policial militar, Cristina Pereti Mendes.

Ela é apontada como autora do homicídio de um vigilante, em 2011. Apenas o advogado de defesa da ex-militar compareceu ao Fórum.

O júri ainda não terminou e a expectativa do Ministério Público é que a mulher seja condenada pelos crimes de homicídio simples, falsa comunicação de crime e adulteração de cena de crime.

Na época dos fatos, Cristina teria pedido ajuda alegando que estava de folga e que teria sido vítima de assalto.

Ela usou a arma de um colega policial para atingir o vigilante com dois tiros, mesmo depois de Anderson Roberto Galinari, estar caído na calçada.