22°
Máx
14°
Min

PM e namorada foram executados com tiro na cabeça

(Foto: Equipe COP / Jeferson Cascavel) - PM e namorada foram executados com tiro na cabeça
(Foto: Equipe COP / Jeferson Cascavel)

O policial militar José Osni Pigatto, de 51 anos, e sua namorada, de 55 anos, foram executados com um tiro na cabeça, conforme informações da Polícia Militar. Eles foram mortos possivelmente na noite de terça-feira (15) na região de Alagados, mas os corpos só foram encontrados pela Polícia Civil no início da tarde de quarta-feira (16). A caminhonete do PM foi roubada do local e, por isso, a investigação tratará o caso como latrocínio.

O veículo particular do PM possui rastreador e, na noite de terça, mostrou que por volta das 21h o policial estava na região do Jardim Carvalho. Uma hora depois, o equipamento já apontava a localização de Alagados. Horas depois, a caminhonete passou por Goioerê, no noroeste paranaense. O último registro do aparelho foi próximo à cidade de Mundo Novo (MS) e depois o sinal foi perdido.

Familiares de Pigatto foram até a delegacia para registrar boletim de ocorrência do desaparecimento. Os investigadores descobriram que a caminhonete era rastreada e foram até Alagados, onde os corpos foram encontrados. O cabo da PM estava amarrado e os indícios apontam que as vítimas estavam de joelho quando foram executadas. A investigação será comandada pelo delegado Fernando Jasinski.