21°
Máx
17°
Min

PMs que abordaram adolescente encontrado morto em Sarandi são afastados

Foram afastados do trabalho nas ruas os policiais militares envolvidos na abordagem a Jadson José de Oliveira, 17 anos, no dia 10 deste mês de agosto. Após uma semana desaparecido, o adolescente foi encontrado morto na tarde de quarta-feira (17), no fim da Estrada Oito, na zona rural de Sarandi.

O garoto foi visto pela última vez durante uma abordagem policial no Jardim Independência. A família recebeu a informação de que dois amigos dele foram liberados, mas Jadson teria sido colocado na viatura.

O 4º Batalhão da Polícia Militar informou que abriu um procedimento para investigar o caso, o que deve durar entre 40 e 50 dias. Os dois policiais confirmaram a abordagem, mas negam ter levado o rapaz. Um deles tem dois anos e meio na corporação e o outro, seis anos. Eles foram afastados das ruas e ficarão no trabalho burocrático enquanto corre o inquérito.

Investigação

A Polícia Civil investiga o caso e tenta descobrir o que aconteceu com Jadson José de Oliveira a partir da abordagem policial. O delegado Reginaldo Caetano vai pedir o rastreamento do celular dos PMs para saber se eles estiveram no local onde o corpo foi encontrado, com indício de um tiro na nuca.

O adolescente possui passagens por tráfico de drogas e furto, por isso, a Polícia Civil não descarta um acerto de contas. “Existe essa dúvida e é a resposta que a investigação buscar obter”, declarou o delegado.

Família

Desesperada há uma semana em virtude do desaparecimento de Jadson José de Oliveira, a família ficou em choque ao saber da morte. Uma parente, que preferiu não se identificar por medo, pede que se alguma testemunha tiver informações, passe à Polícia Civil.

Ela fala que Oliveira não era “santo”, mas destaca que ninguém merece ser morto, com a família recebendo a informação de um corpo em decomposição, no meio de uma estrada rural.