22°
Máx
17°
Min

Polícia Ambiental flagra tiro ao alvo com pombos vivos em Piraquara

(Foto: Divulgação / Batalhão de Polícia Ambiental) - Polícia Ambiental flagra tiro ao alvo com pombos vivos em Piraquara
(Foto: Divulgação / Batalhão de Polícia Ambiental)

O Batalhão de Polícia Ambiental atendeu a uma denúncia de maus tratos de animais em um clube de tiro em Piraquara, neste domingo (9). Os policiais flagraram a prática de tiro ao alvo com a utilização de pombos vivos. No local acontecia uma competição internacional.

A equipe da Polícia Ambiental encontrou 91 pombos mortos e outros 12 agonizando, provavelmente feridos pelos tiros. Também foram localizados 196 pombos vivos na área do clube de tiro.

De acordo com a Polícia Ambiental, a Lei de Crimes Ambientais proíbe qualquer tipo de atividade que envolva a morte de animais sem autorização. Os responsáveis pelo evento informaram que não possuíam qualquer autorização ou licença para isto.

Cinco sócio-diretores do clube de tiro foram identificados e vão responder pelo crime de maus tratos a animais. Dezenove pombos foram apreendidos para perícia para verificar as lesões sofridas. A Polícia Ambiental registrou um Boletim de Ocorrência e encaminhou ofícios para o Ministério Público, Instituto Ambiental do Paraná e Polícia Federal.