20°
Máx
14°
Min

Polícia apreende 30 toneladas de fertilizantes falsificados em Mauá da Serra; dois homens foram presos

Polícia apreende 30 toneladas de fertilizantes falsificados

A Polícia prendeu nesta quarta-feira (6) dois homens que estavam em um caminhão carregado com fertilizante falsificado no município de Mauá da Serra, na região oeste do Paraná. Ao todo, foram apreendidas 30 toneladas do produto falsificado, que utilizava o nome de uma marca famosa do ramo.

A prisão aconteceu depois de um monitoramento de 24 horas pelo Setor de Investigação de Crimes contra a Economia, Fraudes e Estelionato de Cascavel (Sicrefe), com o apoio da Divisão Estadual de Narcóticos de Foz do Iguaçu e da Polícia Rodoviária Federal de Cascavel e de Mauá da Serra. A mercadoria tinha saído de Paranaguá com destino à Mato Grosso do Sul.

De acordo com as investigações, os presos fazem parte de uma quadrilha que falsifica, furta e adultera produtos agrícolas. “O ‘modus operandi’ é desenvolvido a partir da cooptação de proprietários particulares de caminhões, que são convencido a participar da fraude”, explicou em nota a Sicrefe.

De acordo com a Polícia, a mercadoria original é embarcada em Paranaguá, mas em determinado ponto da viagem, o caminhoneiro para o veículo, descarrega a carga verdadeira e carrega novamente com o produto falsificado, que segue para ser entregue ao agricultor. O local onde é feito o transbordo da carga também está sendo investigado.

A ação realizada nesta quarta-feira (6) faz parte da Operação Safra, que vem sendo desenvolvida desde junho de 2015, atuando no combate a vários tipos de falsificação e adulteração de insumos agrícolas. Só em fertilizantes falsos, já foram apreendidas mais de 175 toneladas.

Os dois presos foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil em Marilândia. Detidos em flagrante, eles podem ser autuados pelo crime de estelionato. Já a mercadoria apreendida poderá ser destinada a instituições públicas de ensino, para fins de estudo, após ser periciada por exames realizados pela Polícia.