23°
Máx
12°
Min

Polícia Civil apresenta acusados de latrocínio, estupro e roubos em Maringá

Homem de 28 anos estaria envolvido na morte de professor de muay thai (Foto: Índio Maringá/Rede Massa) - Polícia Civil apresenta acusados de latrocínio, estupro e roubos
Homem de 28 anos estaria envolvido na morte de professor de muay thai (Foto: Índio Maringá/Rede Massa)

A Polícia Civil apresentou na manhã desta sexta-feira (7) quatro homens acusados de crimes diferentes em Maringá, como estupro, roubo e latrocínio. Um homem de 28 anos é suspeito de envolvimento no assalto e morte do professor de muay thai Gabriel Tavares de Araújo Neto, 19 anos.

O crime foi registrado em junho deste ano, na saída de uma academia na Avenida Doutor Alexandre Rasgulaeff. Um adolescente de 17 anos assumiu a autoria do tiro que matou a vítima, mas o homem apresentado nesta sexta-feira também teria participação. 

Já um acusado de 29 anos é suspeito de roubar o celular de uma mulher no Jardim Paulista e obrigá-la a fazer sexo oral nele. Outro apresentado pela Polícia Civil foi um rapaz de 21 anos, acusado de roubar dois salões de beleza, um deles na Vila Operária e outro na Praça Rocha Pombo, de onde foi roubado um estoque de cabelo humano.

Fechando o quarteto preso estava um rapaz de 23 anos, morador de Londrina, que vinha até Maringá para cometer roubos em condomínios. Todos eles negam a autoria dos crimes, mas a Polícia Civil diz não ter dúvidas.

Colaboração Índio Maringá da Rede Massa